sábado, 28 de dezembro de 2013

Mudanças..? Sempre!

Você, que é uma pessoa inteligente, sabe que rigorosamente NADA muda com um ano que chega.
O mundo do primeiro dia de janeiro estará bem parecido com o de 31 de dezembro...
MAS... a oportunidade é útil para sentar quieto num canto e avaliar a vida - passada e futura - o que culmina no eterno presente.
NADA nem NINGUÉM é mais responsável pelo seu presente, feliz ou infeliz, do que você próprio. Culpe as estrelas, os signos, a oração, o despacho, o feng shui ou as cartas. Tudo bullshit. Você vive hoje os resultados das suas escolhas - e você faz escolhas a cada instante. Mesmo preferir não escolher é uma escolha.
Um ano não é bom ou ruim. São 365 dias divididos em uma etapa. E sua vida muda em segundos - para melhor ou pior, não interessa qual o ano, a fase, o mês... 
Começar o ano é como equipar sua Harley e decidir pegar uma certa estrada. O planejamento é pura ansiedade e expectativa, e o caminho sempre é escolhido de forma a proporcionar o maior prazer, a melhor paisagem, a mais plena felicidade. Claro, você não vai deliberadamente optar por um caminho que vai trazer tristeza e desgraça.
Mas, assim como o decorrer do ano, a estrada vai mudando. Uma encruzilhada errada e você vai parar num trecho horrível, de chão estragado e visual sinistro. Sem companheiros de viagem, sem o vento que refresca, sem um lugar para parar, descansar, repensar e reabastecer.
De repente essa estrada horrível leva você até um incrível boteco num lugar fantástico. Onde outros bikers confraternizam, a bebida é da melhor qualidade, o preço é ótimo, o Rock toca no máximo volume e as garçonetes são... lindas! E tudo isso porque você tomou uma decisão errada lá atrás. Como dizem os gringos, "a blessing in disguise"...
E se você não tivesse errado o caminho?
Tudo bem, não teria conhecido esse pedacinho do paraíso - mas teria cumprido seu plano inicial, rodado pela estrada da sua escolha, e realizado o passeio que projetou.

Resumindo essa pequena analogia (que obviamente tinha que incluir tudo que amamos) - eu sei que você está tomando decisões de ano novo. De fazer uma dieta a trocar o carro, whatever. Sei que muitos estão felizes porque 2013 foi embora, e outros vão sentir saudades de um ano maravilhoso. Mas não foi o ano que causou sua tristeza ou felicidade - foram as suas escolhas!
Então pense bem antes de tomar decisões. Mesmo aquelas mais imediatas, que exigem um "sim" ou "não" na hora.
Depois siga, ou melhor, persiga seus objetivos com dedicação. Não esmoreça, não desista, não se sinta inferior a ninguém. Lute com ferocidade!
E não tenha medo de rever suas decisões. Nunca. Às vezes voltar atrás e pegar aquela velha e conhecida estrada pode ser a diferença entre céu e inferno. 
Muitas vezes você vai achar que o caminho da direita será melhor. Mas se chegar no meio da estrada e perceber que está péssimo, não tenha o menor receio de voltar e pegar o da esquerda. Muito melhor perder alguns kilômetros de estrada do que estragar a viagem toda...

E, acima de tudo, não finja que não sabe: ano novo ou não, a vida está mais curta a cada instante...

Por isso, guarde bem essas palavras, tente viver o mais parecido possível com elas. Por aqui nós só desejamos a todos: decisões felizes!

"... e nunca se arrependa de nada que lhe traga um sorriso..."  isso é sabedoria!






música para reflexão: "Hard Ride", do Pantera.

2 comentários:

ﯼαm ♠ disse...

Já voltei, algumas vezes, pela velha conhecida estrada e me deparei com caminhos mudados. Tudo muda quando passamos um tempo distante.

Também compartilho da opinião de que somos nós os responsáveis por termos momentos bons ou não (salvo os casos de tragédia, violência, que é outra história).

Que a nossa estrada seja percorrida da melhor maneira, desde o dia de hoje até o último.
\,,/

Irmãos do Asfalto disse...

Amen brothers and sisters!

Rodando juntos em 2014.