segunda-feira, 27 de maio de 2013

Quarentão ou tiozão? Você não está no time certo...

Voltei.
Sim, invariavelmente estarei por aqui, uma vez que o papo no boteco parece pegar fogo com certos temas. 
E, desta vez, o bagulho é doido. Um post que "um certo editor deste blog" vai saber reconhecer a importância, já que o tema rendeu no último debate.
Se você está chegando, ou já passou, dos 40... medite um pouco e responda:

VOCÊ É UM QUARENTÃO OU UM TIOZÃO ?!?!?
"preciso fazer mais tattoos, estou chegando aos 60..."

Não soube a diferença? Começou mal pacas.
Cabe-me explicar o sentido aqui atribuído a ambas as expressões coloquiais. Consideremos QUARENTÃO o homem que atingiu a barreira dos 40 anos de idade, sem mudar seus gostos, estilo, ideias, princípios. O TIOZÃO, assim, será o pobre coitado que sofreu absurdamente quando viu essa idade chegando, e depois dela virou um pateta tentando fazer a roda do tempo voltar, as areias do tempo subirem na ampulheta. E sempre da pior maneira, virando uma caricatura do que já foi (se é que já foi grande coisa).
No assunto envolvendo "aquele editor em questão", consideramos QUARENTÃO o cara que continua despertando a admiração, o desejo e a atenção das mulheres de todas as idades. O TIOZÃO, diametralmente, será o gosmento xarope que faz com que as mulheres mudem de calçada, as meninas mais novas gritem de pavor, e mulheres 20 anos mais velhas do que ele não queiram passar pelo ridículo de serem vistas ao seu lado. Ou, como ouvi de uma linda menina de seus 20 e poucos, "toda hora eu ouço alguém falar 'que quarentão gato!', mas nunca ouvi ninguém dizendo 'que tiozão gato!' ". E vamos aplicar as nomenclaturas a todos os privilegiados que passaram dos 40, 50, 60... Entendido?

O que significa passar dos 40, para um homem?
Em primeiro lugar, que ele NÃO MORREU. 
Sobreviveu aos primeiros anos de vida, à adolescência, entrou na vida adulta, estudou, arrumou emprego, ganhou seus trocados, de repente casou, de repente separou, de repente teve filhos... mas resistiu a 4 décadas de choro, ranger de dentes - mas muito gozo também!
Você não "começou a ficar velho". Isso já vem acontecendo desde que você passou por aquele maravilhoso buraco feminino. Cada célula do seu corpo envelhece a cada segundo de cada dia, inexorável e inevitavelmente - e isso não mudou "magicamente" quando você entrou nos "enta"...
No seu aniversário de 39 para 40 não acontece nenhum evento místico ou metafísico. All the same, ou melhor - SSDD - same shit different day...
MESMO ASSIM a mudança que se nota na cabeça (e aparência) de alguns caras que passam dos 40 é notável - no sentido ridículo da palavra. Cara, preste atenção no que você tá fazendo, e veja se é assim mesmo que você quer ser lembrado pela história.

O quarentão, quando percebe que os cabelos se amotinaram e fugiram, simplesmente tosa a bagaça. Pode até deixar aquele formato de queijo do reino, mas deixa baixo. Não fica deixando os fios das laterais com meio metro de comprimento pra puxar por cima do aeroporto de mosquito. Ninguém vai acreditar que aquilo nasceu ali - vai sempre parecer um tentáculo de alienígena tentando esmagar seu cocoruto. Máquina zero é a melhor escolha. Melhor ainda deixando crescer os pelos que não desapareceram - os do queixo. Um cavanhaque extremo ou uma barba épica completam o visual do quarentão extremo. Uma tattoo na careca vai elevar você ao nível master de badass
O tiozão vai na clínica, desembolsa uma grana obscena, e implanta cabelo. Retira cirurgicamente um naco de couro cabeludo de trás do cabeção, fica com uma falha ali parecida com o "plano piloto" de Brasília. Aí coloca fio por fio na frente, dando-lhe a maravilhosa aparência de "cabelo de boneca". Amigo - até o Stevie Wonder bate o olho e sabe que aquilo não é natural. E a reação vai oscilar entre o nojo e a pena, não se engane.

O quarentão vê chegarem os cabelos brancos com alegria. Sabe que é uma espécie de condecoração da natureza dizendo: selo de excelência. Não é um moleque, não é um menino, não é um adolescente. Trata-se de um homem, no completo sentido da palavra. A neve cai sobre o telhado, mas o fogo ainda arde na lareira - if you know what I mean...! Mulheres inteligentes vêem nisso um sinal de maturidade, de confiança, de segurança. Embora existam grisalhos imbecis e calhordas, via de regra é um indicativo de que você já tem idade e vivência suficientes para saber o que quer, saber como conseguir, e saber com quem compartilhar. Deixar crescer até a cintura, espetar, até mandar um gel pra ficar rockabilly. Tudo, MENOS pintar a cabeleira!
Porque o tiozão vai correndo na farmácia comprar a primeira meleca que prometa "restaurar a cor dos fios". Joga a química no telhado, a fiação vai ficando de uma cor esquisita que ninguém sabe qual é, e o que era a natureza se manifestando fica parecendo uma oficina de pintura de alunos cegos. Deprimência absoluta. Desespero instalado, o tiozão parte para métodos mais radicais. Vai no salão da mulher, da filha, da amante, da secretária, ou entra no primeiro que vê, e declara: ACAJÚ! Óbvio. Afinal, sempre que a gente vê um ilustre deputado com seus ralos fios avermelhados na TV, pensa imediatamente que são naturais, de nascença, que se trata de um legítimo escocês ou irlandês com sua vasta cabeleira rubra.
Irmão, vai por mim: com exceção de artistas, que vivem da imagem e são obrigados a ostentar um physique du role (google this, fuck!), e obviamente do extraterrestre que atende pelo nome de Silvio Santos, NENHUM HOMEM ESCAPA DO RIDÍCULO quando pinta suas madeixas. Ver um senhor senil beirando os 80 com os cabelos impecavelmente negros como a asa da graúna beira o freak show. TIO, VOCÊ PINTA O CABELO! Vai na cabeleireira, passa essa imundice na cabeça, fica com aquela toalhinha ridícula, paga caro, e volta 15 dias depois pra "retocar" essa obra dantesca. Lindo isso, né? Sexy pacas!!!

Você DEVE, SIM, cuidar da sua saúde!!! Está mais perto da cova, peças que nunca deram defeito vão começar a ratear - mas isso não é uma regra matemática. Não começa aos 40! Faça sua musculação, exercite-se, cuide da carcaça, sem esquecer do intelecto. Não seja trouxa - vá ao médico. Faça todos os check-ups e exames. O de toque incluído!!! Nenhuma mulher digna de consideração vê um homem com menos respeito por ele ter sido dedado pelo médico! Elas, as pobres meninas, passam por exames muito mais invasivos e escrotos do que isso - e muitos deles em consideração a nós, seus humildes e nem sempre agradecidos parceiros! Sua mulher não vai querer cuidar de um velho estúpido com câncer de próstata porque achou "pouco masculino" fazer um exame desses com um profissional de saúde! Se liga, bro!
Depois da saúde, a HIGIENE continua sendo requisito primordial. Banho, cuidados com o corpo. Pense no ser maravilhoso do sexo oposto (ou, se for sua preferência, do mesmo sexo), que lhe dá o prazer da companhia. Apresente um conteúdo que inclua o exterior, algo que provoque tesão, e não asco! 
Nada demais também com um pouco de vaidade. No meu caso, roupa limpa e passada está de bom tamanho. Mas se você quer se aventurar na seara do metrossexualismo - amigo, como leitor deste blog (e consequentemente nosso irmão de armas), faça-o com MODERAÇÃO. Fica a seu critério, mas tenha em mente que o homem tem características próprias que o diferem da mulher. Quando você tira a sobrancelha, usa maquiagem e faz "lifting", pode estar perigosamente cruzando a linha que separa os gêneros.

E, definitivamente: não pense que você tem que ser apadrinhado por Nossa Senhora da Genética para saber envelhecer com dignidade. Figuras que vão de Billy Bob Thornton a Lemmy Kilmister provam que o estilo, a confiança e o way of life superam os atributos que a natureza lhe deu... ou negou. O simples fato de "ser assim e pronto" é um ponto positivo. Compare nosso velho amigo James Hetfield: as tattoos começaram a surgir depois dos 40, o estilo acompanhou. Sua paixão por muscle cars e pelo life style dos 50's ajudaram a compor o personagem. Com sua cabeleira domada a custa de gomalina e seu cavanhaque de bode bêbado, JH garante uma horda de fãs do sexo oposto que vão da adolescência aos formosos 40 e todos. E ele não é nenhum Jared Leto, nenhum Johnny Depp. Coloque Hetfield em um terno emgomado, cabelo acajú e botox na fachada - e veja no que ele se transforma...

O recado foi dado. Leve um papo com o espelho e decida se amanhã vai rolar uma camisa social fechada até o gogó, ou aquela velha camiseta R&R que você usava até ontem, quando tinha 30 e tantos...


Finalizando, um quadro ilustrativo:

tiozão 

quarentão
quarentões
tiozões
tiozão
quarentão




hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha (fôlego) hahahahahahahahahahahahahahahaha...



música para reflexão: "You don't have to be old to be wise",  do Judas Priest

3 comentários:

Garotas Metaleiras disse...

No mundo do METAL não tem tiozão.
E os gatos só começam a ficar interessantes quando estão saindo dos 30.
Amamos todos.

\m/

ﯼαm ♪ disse...

Sempre gostei dos 40's, mas o problema é que eles são em sua maioria casados, quando não, são divorciados, desiludidos, frustrados e antipáticos, não perdem tempo com as 20's (só pra assuntos, digamos, efêmeros).
Posso estar até enganada, já que nunca me relacionei com alguém mais velho, apesar de sempre ter tido vontade.
Bom, espero que os quarentões vejam o post e sigam as dicas valiosíssimas, porque barba grisalha é super sexy. u.u
\,,/
Que o metal esteja com vocês!

Wendy (the original) disse...

eu quero!
eu preciso!
onde eu acho?